segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Era pra ter postado sexta feira... finjam que ainda é dia 08!

Pois é, tomei vergonha na cara e após 5 meses resolvi digitar um texto (in)decente para publicar aqui.

Antes de mais nada, acho que preciso dar uma explicação um pouco plausível para o nome desse blog. Semanário da bia, eu não sei se essa palavra existe ou não mas tirando pela lógica das palavras e tal, decidi que uma pessoa ocupada demais (como eu), não tem tempo para "cultivar" um diário. Logo tive a brilhante idéia de criar um diário semanal, então pra que utilizar o nome de "diário semanal" sendo que eu posso trocar o Dia de diário por um simples Seman de semana??

Pois bem, foi isso que eu fiz.

Tá, agora o texto que é mais importante... Hoje (08/10/2010) foi um dia extremamente TENSO na minha vida. Primeiro, acordei normalmente e fiquei sem fazer absolutamente nada até as 11:00, horário em que eu comecei me arrumar pra ir á escola. (etec enfim).

Saí de casa meio dia e cheguei no ponto de ônibus 12:20 - andei devagar mesmo. Ontem eu perdi o ônibus "certo" por causa de 3 minutos e por isso resolvi demorar um pouco hoje, o que não valeu de nada, já que o ônibus que eu peguei do mesmo jeito não foi o que eu pretendia, aliás, foi realmente o ônibus que eu NÃO DEVERIA TER IDO.

No meio do caminho um mendigo anão entrou no ônibus e eu estava no banco alto, porque eu gosto mesmo do banco alto. Ele ficou em pé até que a pessoa que estava no banco da frente do banco alto resolveu sair e ele fez questão de sentar no lugar que era justamente á frente do meu (que era no banco alto), ou seja, conforme o ônibus ia se locomovendo e o ar entrava pelas janelas, todo o cheiro do mendigo - que além de mendigo era anão (não, eu não tenho preconceitos -.-) vinha direto pra mim. Foram longos os 10 minutos que se passaram com ele naquele lugar e eu tendo que respirar o cheiro dele. D=

Uma coisa engraçada que aconteceu é que antes do anão dar o sinal pro motorista parar no ponto dele,é que um cara tava encostado no botão, o anão cutucou o cara várias vezes pra ele desencostar do sinal pra ele poder apertar mas o cara nem se ligou, foi então que nosso mendiguinho falou: "Porra, dá pra sair daí ou tá difícil?" AHEUAHEUAEHUA foi muito loko, aí o carinha saiu da frente e ele (mesmo que com certa dificuldade) apertou o botão do sinal e saiu do bus.

A sorte é que logo ele chegou no ponto dele e finalmente eu pude respirar melhor. Até aí eu já sabia que chegaria atrasada, mas como é sexta-feira, nem me importei, cheguei em Pinheiros, era pra ter descido na Teodoro, mas como eu tava sem pressa, desci na rua Cunha Gago mesmo, fui até a Cardeal e comprei um salgadinho no mexicano que tem lá (ótimos preços!). Então caminhei lentamente até a Teodoro e lá fiquei esperando o primeiro ônibus verdinho que passasse por ali, que no caso foi o Terminal Pirituba. Encontrei a Mônica (colega minha) no ônibus, foi muito bom porque nós ficamos conversando e quando chegamos na etec (14:00) tivemos que esperar meia hora até "bater o sinal" do segundo tempo e a gente poder entrar. Conversamos e pá pum, o tempo passou rapidão e a gente chegou. Era aula do professor ________ ninguém tava muito á fim de fazer muita coisa e logo que eu cheguei cumprimentei o pessoal e fui arrumando minha máquina pra poder programar no VB! Ò¬Ó

A pah disse pra mim que já imaginava que eu fosse fazer algo do tipo mesmo... ¬¬ [/Droga, sou uma pessoa previsível.

Programei e meu projeto Desk tava indo uma maravilha, até que... A Edna me passa o banco de dados novo e quando eu altero lá na conexão pra que o programa conecte com o novo banco, eis que surgem erros. =O

Sim, a Ed trocou e excluiu vários campos e amanhã terei de modificar tudo de novo T---T

Mas eu não me importo não, quanto mais eu praticar mais eu aprenderei! hohohohoho /sapo

Chegou 17:30 hora de "dar linha no pipa" =D

Aeee \o\

Fomos embora felizes e contentes, o tempo estava maravilhosamente convidativo para eu descer a pé da Villa Madalena até Pinheiros e foi justamente isso que eu não fiz.

Fui de ônibus mesmo e antes das 18:00 eu já estava no ponto de ônibus e o ponto de ônibus estava como sempre, cheio de gente. Tinham umas 70 pessoas na minha frente, sem mentira, tanto que 3 ônibus (078) encheram e eu só consegui ir no quarto (que só porque era o que EU iria, demorou 20 minutos pra chegar ¬¬). Tive que aturar duas meninas meio emo que tavam atrás de mim na fila, mesmo eu ouvindo minha musiquinha feliz (Angra e Blind Guardian) eu não conseguia deixar de prestar atenção nas coisas fúteis que elas falavam, como por exemplo: "Aiiii, olha aquele menininho gatinho ali na frente *---* " . "Ele ta olhado pra cá rsrsrsr, aiii me esconde que ele tá olhando pra mim *---* " , sem contar na hora que começaram a rir não sei do quê, AH VÁ SE LASCAR! Em vez de falarem de coisas importantes, que rendam algum conhecimento para quem está ouvindo ou até para elas mesmas, ficam falando de "namorico e menino gatinho" -.-. Ok, isso não é do meu interesse, agradeço á Deus por não conhecê-las, mas ninguém é obrigado a ficar ouvindo o que as pessoas comentam no ponto de ônibus, correto? Correto bia! Mas uma curiosidade sobre essas garotas é que coincidentemente, todos os dias - pelo menos todos os dias que as vejo no ponto - elas estão com penteado e roupas semelhantes. =O

Unhas pintadas sempre da mesma cor, cabelo sempre no mesmo penteado, estilo da roupa sempre parecido e até as sandálias estilo aquelas de Naruto, ou tênis, o que for, sempre no mesmo modelo. Chega a ser bizarro, mas não estou aqui pra falar de ninguém, somente dos fatos por mim presenciados diariamente.

Outra coisa super interessante que aconteceu na fila do ônibus, foi que a mulher que estava atrás de mim (e na frente das duas meninas), indignada pela demora do ônibus me cutuca e fala: "PQP cadê esse ônibus?" - Olhei pra ela e respondi: "Sei não dona. '-' " Teve gente na fila que quis rir.

Tá bom, o ônibus chegou 18:20 e eu já tava percebendo que ia demorar uma eternidade pra sair de Pinheiros, coloquei uma música do Pink Floyd (Atom Heart Mother) e dormi, apaguei. Acordei e vi que ainda estava no Taboão ¬¬ Dormi novamente, acordei, dormi de novo e não cheguei no ponto que eu desço. Fiquei indignada. Chegando há umas 5 quadras antes do meu ponto eis que o ônibus para e eu vejo que o semáforo da frente do cemitério estava quebrado, todas as ruas de acesso a avenida estavam transbordando de carros, e tava tudo parado, tudo PA-RA-DO. Desci do ônibus e andei vários quarteirões a pé, ouvindo uma musiquinha, claro. Chegando no ponto onde eu deveria descer, vi pessoas interessantes esperando o ônibus inocentemente, mal sabendo elas que logo adiante tinha um inferno na terra, que no caso era o congestionamento.

OBS: NINGUÉM VAI LER ISSO, MAS NÃO IMPORTA É UM DIÁRIO SEMANAL E NINGUÉM LÊ O DIÁRIO DAS PESSOAS... =P

5 comentários:

  1. Vou ler só pra discordar! ueahuaehaeuh

    ResponderExcluir
  2. God Zira é do mal xD' kkkkkkkkkkk'

    ResponderExcluir
  3. HAUEHUAHEUAHEUAH'
    Meu primeiros leitores! *---*

    ResponderExcluir
  4. Kkkkk! Agora que lerei todos os posts, Bia. T-O-D-O-S! Huahuahuahua! ^-^

    ResponderExcluir